Categorias
Blog

Nutrição no Envelhecimento

Blog

Nutrição no Envelhecimento

A população mundial tem-se deparado com profundas alterações nas últimas décadas. O desenvolvimento social e padrões de vida, o progresso na prevenção das doenças infecciosas e as melhorias de condições de higiene e sanitárias deram origem a um aumento da esperança média de vida.

Este aumento refletiu-se na percentagem de pessoas com idades superior a 65 anos. Em 2025, espera-se que o número de indivíduos pertencentes a esta faixa etária atinja os 1,2 biliões, em todo o mundo. A Europa é a região que mais se destaca neste campo.

Em Portugal esta é uma realidade cada vez mais evidente com o passar dos anos, visto que a taxa de pessoas com idade superior a 65 anos aumentou 1% (para 17,4%) entre 2002 e 2007.

O processo de envelhecimento é um processo dinâmico e constante e uma consequência da acumulação de mudanças ao longo da nossa vida. Alguns especialistas defendem que começa no dia em que nascemos, mas é a partir dos 65 anos que se acentua mais.

Este processo leva à perda progressiva dos mecanismos de reserva do organismo em diferentes vertentes e que necessitam de ser reforçados para se conseguir ter uma vida sã e equilibrada.

A desnutrição é uma das maiores e devastadora problemática para esta faixa etária, normalmente tendo origem num desequilíbrio entre a ingestão alimentar e as necessidades individuais. A diminuição do apetite é algo muito comum e pode ser atribuída a diversos fatores:

  • Fatores Socioeconómicos (idade, sexo, institucionalização, tempo disponível, nível educacional, disponibilidade de deslocações, facilidade para a obtenção e confeção de alimentos, entre outros);
  • Fatores fisiológicos (apetite, paladar, olfato, saúde oral, prática de atividade física, entre outros);
  • Fatores patológicos (doenças agudas e crónicas, uso de fármacos, incapacidade, entre outros).

A depressão e o isolamento social levam muitas vezes à falta de vontade de comer e consequentemente a distúrbios alimentares e fraquezas.

Iremos abordar a importância da nutrição para o nosso bem estar.

Acompanhe-nos e saiba como pode melhorar o seu dia a dia com pequenos detalhes.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Blog

Diabetes

Blog

Dia Mundial dos Diabetes

  • A diabetes, uma fatura cada vez maior: 415 milhões de adultos viviam com diabetes em 2015 sendo que este numero deve aumentar até aos 642 milhões, ou um em cada 10 adultos, até 2014.
  • 1 em cada 2 adultos diabéticos não se encontra diagnosticado.
  • Muitas pessoas vivem com diabetes tipo II por um longo período de tempo sem que estejam cientes da sua condição. Um diagnóstico tardio pode significar que complicações graves já estejam a acontecer.
  • Até 70% dos casos de diabetes tipo II podem ser revertidos ou adiados adotando estilos de vida mais saudáveis, isto equivale a mais de 160 milhões de casos até 2014.
  • Com o níveis crescentes, entre as crianças, de má nutrição e de inatividade física em vários países, a diabetes tipo II na infância tem o potencial de se tornar num problema de saúde publica global, levando a graves resultados de saúde.
  • Atualmente, 12% das despesas globais de saúde são em adultos diabéticos.
  • Estima-se que a diabetes continuará a aumentar nos países mais pobres, representando uma ameaça ao seu desenvolvimento. por exemplo, em 2040, o numero de pessoas com diabetes em África deverá duplicar.

Alguns números da diabetes em 2015

Mais de 40 000 000 adultos
Mais de 40 000 000 Adultos
Mais de 5 000 000 de mortes anuais
Mais de 5 000 000 de mortes anuais
Mais de 670 000 000 milhões de dolares em custos para os sistemas de saúde
Mais de 670 000 000 milhões de dolares em custos para os sistemas de saúde

Partilhar